Telejornalismo sofre mudanças em sua metodologia

“Nada é permanente nesse mundo cruel”, dizia o cineasta Charles Chaplin. Obviamente, podemos aplicar este pensamento ao jornalismo. Pois com o passar dos anos, o telejornalismo tem perdido a formalidade e incorporado uma série de novas metodologias ao ato de comunicar.

No vídeo abaixo, entrevistamos o professor da Universidade Veiga de Almeida, Luiz Gustavo de Lacerda Santos, que comenta sobre tais mudanças no Jornalismo de TV.

Segundo o professor, há uma mudança perceptível no diálogo entre os produtores de informação e o receptor. A humanização das notícias, os jogos gestuais, a postura cada vez mais informal dos jornalistas na tentativa de aproximar o público, são indícios de um receptor cada vez menos passivo, e que além de tudo vem se tornado produtor de notícias através das novas tecnologias.

Reportagem: Marina Lobo e Guilherme Marconi
Revisão: Marina Mello
Edição: Cláudia Nathália
Pauta: Laryssa Lima

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s