Whatsapp é o novo aliado do jornalismo

Ao redor do mundo, já conquistou mais de 600 milhões de usuários. Quem é ele? O aplicativo que oferece serviços de mensagens instantâneas: Whatsapp! Ele permite o envio ilimitado de mensagens sem pagar e além de textos, é possível enviar fotos, vídeos, áudios, criar grupos de conversa e compartilhar os arquivos. No entanto, o uso não está mais limitado à simples conversas entre amigos e familiares. Agora, jornais brasileiros começaram a adotar o aplicativo como forma de obter conteúdo e sugestões de pautas.

Este ano, jornais, emissoras de TV e rádio oficializaram o uso do Whatsapp como forma de canal com o público. É o que conta o repórter da Band News FM, Jonathan Ferreira. Ele afirma que o uso do aplicativo tem sido fundamental para estreitar os canais de comunicação e os consumidores do material jornalístico produzido. De acordo com o repórter, o uso da plataforma mudou a cobertura de factuais e agilizou ainda mais a produção das notícias. “A maior vantagem é receber o conteúdo em tempo real de ouvintes, que, trocam de lugar com os repórteres e fazem a cobertura voluntariamente “in loco”. Além disso, é uma forma de estreitar os laços de carinho e cordialidade com os ouvintes”, conta.

O repórter revelou ainda que a aceitação do whatsapp pelo público tem sido grande desde o início. “Quando anunciamos a novidade na rádio, em menos de 10 minutos o celular travou. Não sabíamos que só era possível receber mil mensagens de contatos diferentes por dia e o aplicativo entendeu que o número disparava spam. Mas logo foi pensada uma nova plataforma e em algumas semanas depois do episódio, o aplicativo foi instalado em um computador exclusivo para o uso o Whatsapp. Hoje, chegam todos os tipos de mensagens. Os ouvintes aproveitam o canal para fazer denúncias, enviar críticas ou sugestões, comentar alguma notícia, e enviar mensagens de trânsito”.

O aplicativo é uma das grandes mudanças tecnológicas e que fazem parte da “rede imaginária” que liga o mundo globalizado. O jornalismo não poderia ficar de fora dessa rede. Com a urgência para realizar mudanças, adaptações e as disputas para noticiar o “quente”, o Whatsapp se tornou um grande aliado dos jornalistas. Entretanto, o fazer jornalístico não mudou por conta disso. Jonathan relata que é preciso ter cuidado com o conteúdo divulgado. “Mesmo com vídeos e fotos, todo material enviado é apurado antes de ir ao ar. Tudo é checado com outras fontes antes de ser veiculado. Principalmente quando é denunciado algum crime. Cautela e boa apuração são fatores importantes e presentes na rotina da redação”, explica.

Ainda de acordo com o jornalista, é possível estimar o recebimento de pelo menos 300 mensagens por dia. O horário da manhã, entre seis e onze horas, recebe a maior parte da demanda. “Foi pensando nisso que a chefia de redação designou dois estagiários para cuidar exclusivamente do Whatsapp”, conta.

Estagiária Natália Rodrigues da Rádio Ban,d News, controla as notícias que chegam pelo WhatsApp
Estagiária Natália Rodrigues da Rádio Ban,d News, controla as notícias que chegam pelo WhatsApp

Natália Rodrigues é uma das estagiárias encarregadas de monitorar o aplicativo. Ela reitera que o app é hoje a ferramenta mais importante no rádio, e estima que 70% das pautas são a partir de “conversas” “No aplicativo chega tudo com muita rapidez, em tempo real, na verdade. A participação é gigante e isso é ótimo”, explica.

A rapidez e a interatividade, sem dúvidas, são as características mais valorizadas do Whatsapp pelos jornalistas. E hoje, o uso do aplicativo para distribuição de conteúdo e produção de notícias tem revolucionado a forma de se fazer notícia.

Texto: Renata Moraes

Foto e Produção: Mariana Guedes

Edição: João Carlos Calmon Cerqueira

Pauta: Iago e Bárbara Castro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s