Blogs independentes: o futuro do jornalismo esportivo?

Não é novidade que a mídia tradicional não comporta espaço para relatar tudo o que acontece no mundo. Com o jornalismo esportivo não é diferente. É praticamente impossível para um canal de TV, um jornal ou até mesmo para um site 100% dedicado a esportes noticiar e analisar cada jogo de futebol, cada partida de basquete ou cada touchdown no futebol americano.

A solução encontrada para isso foram os blogs independentes. Jornalistas ou não passaram a compor equipes – que na maioria dos casos não ganham nada por isso – para produzir um conteúdo cada vez mais específico e segmentado. O público-alvo? Depende do que o blog trata. O Bayern Central, por exemplo, é um site em inglês dedicado ao FC Bayern München, clube de futebol da Alemanha. Sua meta, portanto, é atingir torcedores do time – especialmente aqueles que não falam alemão.

Screen Shot 2015-11-15 at 21.41.30
Página inicial do Bayern Central.

Além de fornecer notícias sobre o clube, o Bayern Central procura dar ao seu leitor análises mais profundas sobre as partidas – algo extremamente difícil de encontrar nas grandes mídias tradicionais. O editor-chefe Michel Munger diz que esse foi o principal motivo da criação do blog. “Os sites que eu costumava ler me decepcionavam ao tentar explicar o que se passava nos jogos”.

Hoje, o blog conta com uma equipe de 11 pessoas, entre analistas, repórteres e editores, de todo o canto do mundo. A motivação para continuar crescendo, de acordo com Munger, é ser uma referência mundial sobre o Bayern. O conteúdo aprofundado produzido pela equipe é algo que não se encontra nem no site oficial do clube.

O Bayern Central é apenas um caso. O portal Football Collective, por exemplo, reúne uma grande variedade de blogs independentes dedicados ao futebol. Cada um com conteúdo de um clube específico, principalmente europeus. O investimento inicial no projeto foi feito pela Axel Springer, uma das maiores editoras de publicação digital do mundo, responsável por marcas como o tabloide BILD e o jornal Die Welt. Depois de seis meses, o portal passou a andar com as próprias pernas.

Screen Shot 2015-11-15 at 21.44.54
Página inicial do Bayern Central.

O crescimento na quantidade e na qualidade desses blogs abre uma nova porta para os jornalistas, principalmente aqueles que estão iniciando a carreira. Munger explica que ainda não é possível dizer se esse é o futuro do jornalismo esportivo, mas que já é uma oportunidade para testar habilidades. “Geralmente é difícil para um jovem jornalista conseguir o primeiro emprego, então escrever para um blog independente – ou até mesmo começar um – é uma boa maneira de rechear o currículo”.

Produção, texto, revisão e publicação: Nathalia Araújo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s